topo
Jornal Eletrônico da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)   |
   Ano 10 - Edição 79 - Novembro de 2016
   Ano 13 - Edição 112 - Setembro/Outubro de 2019 
   Ano 13 - Edição 111 - Agosto de 2019 
   Ano 13 - Edição 110 - Julho de 2019 
   Ano 13 - Edição 109 - Junho de 2019 
   Ano 13 - Edição 108 - Maio de 2019 
   Ano 13 - Edição 107 - Abril de 2019 
   Ano 13 - Edição 106 - Março de 2019 
   Ano 13 - Edição 105 - Janeiro/Fevereiro de 2019 
   Ano 12 - Edição 104 - Nov. e Dezembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 103 - Outubro de 2018 
   Ano 12 - Edição 102 - Setembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 101 - Agosto de 2018 
 
 
seta
  ARTIGO logo Embrapa
  imagem da notícia  
Recomendações para o manejo de doenças do milho disseminadas por insetos-vetores

Autores: Elizabeth de Oliveira Sabato e Elena Charlotte Landau (pesquisadoras da Embrapa Milho e Sorgo) e Charles Martins de Oliveira (pesquisador da Embrapa Cerrados)

Fotos: Marina Torres e Elizabeth de Oliveira Sabato

Introdução

As doenças do milho disseminadas por insetos-vetores são os enfezamentos causados pelos molicutes espiroplasma e fitoplasma, e as viroses. Entre os insetos-vetores importantes para essa cultura, destacam-se a cigarrinha Dalbulus maidis, que transmite o espiroplasma, o fitoplasma e o vírus da risca (Maize rayado fino virus), e os pulgões, que transmitem os vírus que causam o mosaico-comum-do-milho. A virose denominada faixa-clorótica-das-nervuras, cujo vírus agente causal é transmitido pela cigarrinha Peregrinus maidis, também ocorre no milho no Brasil, porém de forma esporádica, em baixos níveis de incidência. Os enfezamentos por molicutes e a virose mosaico-comum, eventualmente, têm ocorrido em surtos epidêmicos, causando danos expressivos e, por isso, destacam-se em importância. Este trabalho tem por objetivo caracterizar os enfezamentos, a virose mosaico-comum-do-milho, e os insetos-vetores dos agentes causais dessas doenças. Apresenta evidências da influência de fatores climáticos e de características do sistema de produção na incidência e nos danos que essas doenças podem causar. Apresenta formas possíveis para escape das doenças disseminadas pelos insetos-vetores e alternativas para seu manejo. 

Leia o artigo na íntegra aqui.

  COMENTÁRIOS  
 
Nome Completo
E-mail
Comentário
OBS.: Os comentários são previamente analisados antes de sua publicação.
 
 
 
 
  ESPAÇO DO LEITOR
 
imagem de envelope

Entre em contato com a equipe que produz o jornal eletrônico Grão em Grão. Sugira reportagens, temas para serem abordados nos artigos, eventos, enfim, emita seu ponto de vista sobre o jornal. Você tem duas maneiras de interagir conosco:

por e-mail: cnpms.nco@embrapa.br ou
por telefone: (31) 3027-1272

  CADASTRO
 

Para se cadastrar e receber nosso informativo via e-mail, clique aqui.

Acesse também o nosso jornal no endereço http://grao.cnpms.embrapa.br

Caso queira, a qualquer momento, cancelar o recebimento do informativo, clique aqui ou envie uma mensagem para cnpms.nco@embrapa.br solicitando a retirada de seu nome da lista de leitores.

  EXPEDIENTE
 

O jornal eletrônico Grão em Grão faz parte do Programa de Comunicação Organizacional da Embrapa Milho e Sorgo.

Supervisor do NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional): Aurélio Martins Favarin

Jornalistas responsáveis: Guilherme Viana (MG 06566 JP), José Heitor Vasconcellos (RJ 12914 JP), Marina Torres (MG 08577 JP) e Sandra Brito (MG 06230 JP)

Desenvolvedor: Luiz Fernando Severnini

Programador Visual: Alexandre Esteves Neves

Edição: NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional)

Revisão: Antonio Claudio da Silva Barros

Fotos desta edição: Arquivo NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional) da Embrapa Milho e Sorgo.

Chefia da Embrapa Milho e Sorgo: Antônio Álvaro Corsetti Purcino (chefe-geral), Sidney Netto Parentoni (chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento), Jason de Oliveira Duarte (chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia) e Mônica Aparecida Nazareno (chefe-adjunta de Administração)

 
logo da Embrapa