topo
Jornal Eletrônico da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)   |
   Ano 07 - Edição 42 - Janeiro de 2013
   Ano 13 - Edição 112 - Setembro/Outubro de 2019 
   Ano 13 - Edição 111 - Agosto de 2019 
   Ano 13 - Edição 110 - Julho de 2019 
   Ano 13 - Edição 109 - Junho de 2019 
   Ano 13 - Edição 108 - Maio de 2019 
   Ano 13 - Edição 107 - Abril de 2019 
   Ano 13 - Edição 106 - Março de 2019 
   Ano 13 - Edição 105 - Janeiro/Fevereiro de 2019 
   Ano 12 - Edição 104 - Nov. e Dezembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 103 - Outubro de 2018 
   Ano 12 - Edição 102 - Setembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 101 - Agosto de 2018 
 
 
seta
  NOTÍCIAS logo Embrapa
  imagem da notícia  
Embrapa: gene de tolerância ao alumínio será introduzido no eucalipto

Uma pesquisa iniciada pela Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG) e pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA-ARS) em 1998, que culminou na clonagem de um gene que confere tolerância ao alumínio no sorgo, trará benefícios para a cultura do eucalipto. Na Embrapa, o projeto foi concluído em 2007 e, na primeira semana de dezembro de 2012, foi firmada uma parceria com a FuturaGene, empresa comprada pela Suzano Papel e Celulose, para introduzir esse gene em cultivares de eucalipto. A ideia é fazer com que as raízes das plantas de eucalipto se desenvolvam mais e possam extrair mais água e nutrientes em solos com toxidez de alumínio.

No sorgo, o gene denominado AltSB pertencente à família Multidrug And Toxic Compound Extrusion (MATE) e atua formando uma espécie de barreira que impede que o alumínio nocivo penetre na planta. Daí surge a tolerância. Em sorgo, esse gene possibilita a liberação para o meio externo de substâncias denominadas ácidos orgânicos. Quando no meio externo, tais compostos reduzem a toxidez causada pelo alumínio.

A identificação do gene e sua clonagem podem permitir uma redução significativa na toxicidade causada pelo alumínio na cultura do sorgo em solos ácidos, que correspondem a aproximadamente 50% das terras cultiváveis em todo o mundo, incluindo o Cerrado brasileiro. Com isso, há dados preliminares em campo de que a presença do gene de tolerância ao Al confere um ganho de produtividade de pelo menos uma tonelada de grãos de sorgo por hectare.

No eucalipto, esse gene será introduzido por meio de técnicas de transgenia. Os benefícios serão uma maior absorção dos nutrientes pelas raízes, como o fósforo, e um maior aprofundamento do sistema radicular da planta, já que o alumínio inibe o desenvolvimento das raízes. "Assim, espera-se que a introdução desse gene em outras espécies como o eucalipto permita o maior desenvolvimento das plantas e, consequentemente, maior produção da cultura", diz o pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo Jurandir Vieira Magalhães.

O trabalho de pesquisa que deu origem à parceria para a inserção do gene na espécie florestal foi publicado na Nature Genetics. "Podemos dizer que a Embrapa hoje é uma das referências na linha de pesquisa de tolerância ao alumínio em plantas", diz, se referindo também à conquista em 2012 do prêmio Alcides de Carvalho, concedido pelo 58º Congresso Brasileiro de Genética na categoria "Genética, Evolução e Melhoramento de Plantas".

Milho poderá ser beneficiado

O gene de tolerância ao alumínio em sorgo, o gene AltSB foi introduzido também em plantas de milho. Segundo a pesquisadora Claudia Guimarães, plantas de milho transformadas com o gene AltSB apresentam uma superioridade na tolerância ao Al em solução nutritiva e estão em fase de solicitação da aprovação pela CTNBio para os primeiros testes em campo.

SAIBA MAIS - Leia notícia sobre o assunto no Valor Econômico de 12/12/2012 em http://www.valor.com.br/empresas/2936702/no-cerrado-eucalipto-tem-de-vencer-o-aluminio . Para ler a matéria completa, basta fazer o cadastro no site.
E para ler a primeira notícia publicada sobre o tema, clique em http://www.cnpms.embrapa.br/grao/1_edicao/grao_em_grao_materia_01.htm .

Mais informações: NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional) da Embrapa Milho e Sorgo, Unidade da Embrapa, vinculada ao Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento): (31) 3027-1905 ou nco@cnpms.embrapa.br .


Texto: Guilherme Viana (MTb / MG 06566 JP)
Jornalista / Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)
www.cnpms.embrapa.br
NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional)
Tel.: (31) 3027-1905
Cel.: (31) 9733-4373
E-mail: guilherme.viana@embrapa.br

  COMENTÁRIOS  
 
Nome Completo
E-mail
Comentário
OBS.: Os comentários são previamente analisados antes de sua publicação.
 
 
 
 
  ESPAÇO DO LEITOR
 
imagem de envelope

Entre em contato com a equipe que produz o jornal eletrônico Grão em Grão. Sugira reportagens, temas para serem abordados nos artigos, eventos, enfim, emita seu ponto de vista sobre o jornal. Você tem duas maneiras de interagir conosco:

por e-mail: cnpms.nco@embrapa.br ou
por telefone: (31) 3027-1272

  CADASTRO
 

Para se cadastrar e receber nosso informativo via e-mail, clique aqui.

Acesse também o nosso jornal no endereço http://grao.cnpms.embrapa.br

Caso queira, a qualquer momento, cancelar o recebimento do informativo, clique aqui ou envie uma mensagem para cnpms.nco@embrapa.br solicitando a retirada de seu nome da lista de leitores.

  EXPEDIENTE
 

O jornal eletrônico Grão em Grão faz parte do Programa de Comunicação Organizacional da Embrapa Milho e Sorgo.

Supervisor do NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional): Guilherme Viana

Jornalistas responsáveis: Clenio Araujo (MG 6279 JP), Guilherme Viana (MG 06566 JP) e Marina Torres (MG 08577 JP)

Desenvolvedor: Luiz Fernando Severnini

Programador Visual: Alexandre Esteves Neves

Edição: NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional)

Revisão: Antonio Claudio da Silva Barros

Fotos desta edição: Arquivo NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional) da Embrapa Milho e Sorgo

Chefia da Embrapa Milho e Sorgo: Antônio Álvaro Corsetti Purcino (chefe-geral), Sidney Netto Parentoni (chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento), Jason de Oliveira Duarte (chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia) e Maria José Vilaça de Vasconcelos (chefe-adjunta de Administração)

 
logo da Embrapa