topo
Jornal Eletrônico da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)   |
   Ano 07 - Edição 48 - Setembro de 2013
   Ano 13 - Edição 112 - Setembro/Outubro de 2019 
   Ano 13 - Edição 111 - Agosto de 2019 
   Ano 13 - Edição 110 - Julho de 2019 
   Ano 13 - Edição 109 - Junho de 2019 
   Ano 13 - Edição 108 - Maio de 2019 
   Ano 13 - Edição 107 - Abril de 2019 
   Ano 13 - Edição 106 - Março de 2019 
   Ano 13 - Edição 105 - Janeiro/Fevereiro de 2019 
   Ano 12 - Edição 104 - Nov. e Dezembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 103 - Outubro de 2018 
   Ano 12 - Edição 102 - Setembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 101 - Agosto de 2018 
 
 
seta
  NOTÍCIAS logo Embrapa
  imagem da notícia  
Sorgo desponta como alternativa para dietas sem glúten

No Brasil, seu potencial na alimentação humana ainda é desconhecido. Quem já ouviu dizer que o sorgo pode substituir o milho ou o trigo na maioria das receitas? Nichos específicos de consumidores – os celíacos, por exemplo – apostam no preparo de produtos feitos à base do sorgo pela ausência do glúten nesse cereal, proteína que pode desencadear intolerância ou reações alérgicas nessas pessoas. Atualmente o sorgo também tem sido reconhecido como rico em compostos bioativos, ou seja, capazes de afetar significativamente a saúde humana.

Em outras partes do mundo, particularmente na Ásia e na África, o cereal é parte da dieta alimentar. Segundo a pesquisadora Valéria Aparecida Vieira Queiroz, da área de Nutrição e Segurança Alimentar da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG), mais de 500 milhões de pessoas nos países em desenvolvimento dependem do sorgo como principal fonte de energia. Esse cereal é usado em diferentes preparações incluindo pães, mingaus, cuscuz e tortilhas.

Doença celíaca atinge mais de 1% da população mundial

A doença celíaca atinge entre 1% e 2% da população mundial. Segundo a Federação Nacional das Associações de Celíacos no Brasil, somente no nosso país cerca de duas milhões de pessoas são celíacas, mas muitas não apresentam sintomas graves ou ainda não foram diagnosticadas. A doença afeta o intestino delgado e interfere na absorção de nutrientes essenciais ao organismo, como carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas, sais minerais e água. O único tratamento é a dieta isenta de glúten por toda a vida, já que essa substância agride o sistema digestivo, impedindo a absorção de nutrientes vitais.

A solução para essas pessoas é somente consumir alimentos sem glúten, uma batalha diária na vida dos celíacos. Após o diagnóstico – muitas vezes difícil e confundido com uma série de outros distúrbios – o celíaco deve comprar alimentos em padarias ou supermercados que tenham local separado para produção de alimentos sem glúten. Imagina que dificuldade no dia-a-dia? Até luvas cirúrgicas, preservativos e alguns medicamentos podem ter a farinha de trigo em sua composição. E sem falar na contaminação dos utensílios com glúten, que pode desencadear o surgimento dos sintomas em alguém que tenha a doença celíaca e consumiu determinado alimento que até então era isento. 

Simpósio em outubro debaterá o assunto

Nesse contexto, a Embrapa realizará entre os dias 29 e 31 de outubro, em Sete Lagoas, região Central de Minas Gerais, o primeiro simpósio sobre o uso do sorgo na alimentação humana. O evento é direcionado aos principais atores do processo de geração, pesquisa e transferência de tecnologia ligados à produção, comercialização e utilização dos grãos de sorgo, como pesquisadores, estudantes, produtores de sementes e de grãos, empresários de indústrias de alimentos e comerciantes de produtos sem glúten.

“Nosso principal objetivo é avaliar o processo e os potenciais impactos da inserção e adoção do uso do sorgo na alimentação humana, bem como propor estratégias que possam subsidiar decisões nos diversos níveis organizacionais”, relata a pesquisadora Valéria Queiroz, da comissão organizadora do evento. Abaixo, conheça os objetivos do simpósio e a metodologia. A programação será disponibilizada em breve no site www.cnpms.embrapa.br .

Objetivos específicos 

- Analisar os aspectos estratégicos, econômicos, tecnológicos e sociais da utilização dos grãos de sorgo na alimentação humana no Brasil;

- Integrar os principais atores do processo ligados à pesquisa, produção, comercialização e utilização dos grãos de sorgo como pesquisadores, estudantes, produtores de sementes e de grãos, empresários de indústrias de alimentos e comerciantes de produtos sem glúten.

- Discutir os principais resultados alcançados nos trabalhos realizados no tema até o momento; 

- Avaliar os desafios relacionados à logística para adoção da prática e propor melhorias para o atual sistema;

- Analisar estratégias para garantir a disponibilidade do cereal no mercado, para uso na alimentação humana;

- Definir grupos de estudos para dar continuidade aos próximos trabalhos;

- Gerar e publicar um documento orientador, com base científica, baseado nos resultados do evento.

Metodologia

Serão realizadas palestras por pesquisadores com expertise na área, além de painéis com apresentação dos principais resultados das últimas pesquisas. Adicionalmente, serão realizadas discussões sobre os assuntos abordados em cada painel e levantadas as principais demandas do tema. Ao final, a plateia será estimulada a se dividir em grupos para discussão das demandas e, um documento orientador, com base científica, baseado nos resultados do evento será redigido e, posteriormente, distribuído a todos os participantes do evento com cópia enviada para a Fapemig (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais).

Outras informações: Núcleo de Comunicação Organizacional (NCO) da Embrapa Milho e Sorgo, Unidade da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), vinculada ao Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento): (31) 3027-1905 ou cnpms.nco.geral@embrapa.br .

 

Texto: Guilherme Viana (MTb / MG 06566 JP)
Jornalista / Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)
www.cnpms.embrapa.br
NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional)
Tel.: (31) 3027-1905

  COMENTÁRIOS  
 
Nome Completo
E-mail
Comentário
OBS.: Os comentários são previamente analisados antes de sua publicação.
 
 
 
 
Luiz Antonio Rocha Barcellos | 04/10/2013 - 09:02
ótima notícia para os celíacos gostaria de receber algumas receitas caseiras por e-mail. Luiz arcellos
Equipe do Núcleo de Comunicação Organizacional | 04/10/2013 - 09:22
Prezado Luiz,
sua mensagem foi encaminhada à pesquisadora Valéria Queiroz, para que possa receber as receitas solicitadas. Agradecemos por sua participação.
Fleury Tavares | 12/10/2013 - 19:34
Caro Guilherme:

Muito legal o jornal e a matéria sobre o sorgo. Embora tenha acompanhado anos atrás o desconhecimento do grão como alternativa mais barata ao milho na nutrição animal, até na agricultura, muito interessante a opção como alimento humano. Estou estruturando meu blog sobre agricultura e mais para frente gostaria de entrevistar alguma fonte para tratar deste assunto.

Forte Abraço,
Fleury Tavares
Guilherme Ferreira Viana | 16/10/2013 - 11:42
Obrigado pelo comentário, Fleury! Estamos sempre à disposição. E vamos estreitar essa parceria.

Grande abraço,

Guilherme Viana
Jornalista / Embrapa Milho e Sorgo
  ESPAÇO DO LEITOR
 
imagem de envelope

Entre em contato com a equipe que produz o jornal eletrônico Grão em Grão. Sugira reportagens, temas para serem abordados nos artigos, eventos, enfim, emita seu ponto de vista sobre o jornal. Você tem duas maneiras de interagir conosco:

por e-mail: cnpms.nco@embrapa.br ou
por telefone: (31) 3027-1272

  CADASTRO
 

Para se cadastrar e receber nosso informativo via e-mail, clique aqui.

Acesse também o nosso jornal no endereço http://grao.cnpms.embrapa.br

Caso queira, a qualquer momento, cancelar o recebimento do informativo, clique aqui ou envie uma mensagem para cnpms.nco@embrapa.br solicitando a retirada de seu nome da lista de leitores.

  EXPEDIENTE
 

O jornal eletrônico Grão em Grão faz parte do Programa de Comunicação Organizacional da Embrapa Milho e Sorgo.

Supervisor do NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional): Guilherme Viana

Jornalistas responsáveis: Clenio Araujo (MG 6279 JP), Guilherme Viana (MG 06566 JP), José Heitor Vasconcellos (RJ 12914 JP) e Marina Torres (MG 08577 JP)

Desenvolvedor: Luiz Fernando Severnini

Programador Visual: Alexandre Esteves Neves

Edição: NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional)

Revisão: Antonio Claudio da Silva Barros

Fotos desta edição: arquivo NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional) da Embrapa Milho e Sorgo.

Chefia da Embrapa Milho e Sorgo: Antônio Álvaro Corsetti Purcino (chefe-geral), Sidney Netto Parentoni (chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento), Jason de Oliveira Duarte (chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia) e Mônica Aparecida Nazareno (chefe-adjunta de Administração)

 
logo da Embrapa