topo
Jornal Eletrônico da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)   |
   Ano 08 - Edição 54 - Maio e Junho de 2014
   Ano 13 - Edição 112 - Setembro/Outubro de 2019 
   Ano 13 - Edição 111 - Agosto de 2019 
   Ano 13 - Edição 110 - Julho de 2019 
   Ano 13 - Edição 109 - Junho de 2019 
   Ano 13 - Edição 108 - Maio de 2019 
   Ano 13 - Edição 107 - Abril de 2019 
   Ano 13 - Edição 106 - Março de 2019 
   Ano 13 - Edição 105 - Janeiro/Fevereiro de 2019 
   Ano 12 - Edição 104 - Nov. e Dezembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 103 - Outubro de 2018 
   Ano 12 - Edição 102 - Setembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 101 - Agosto de 2018 
 
 
seta
  NOTÍCIAS logo Embrapa
  imagem da notícia  
Trocas que enriquecem

A Semana de Integração Tecnológica (SIT) realizada em maio na Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG) promoveu muitas trocas de conhecimentos. Diversos participantes puderam se apropriar de informações para incrementar suas atividades.

Marilander Geralda de Souza é instrutora de oficinas no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do bairro Bela Vista II em Sete Lagoas-MG. Durante a SIT, ela participou do curso "Artesanato de Fibras Naturais Flexíveis/ Peças Decorativas e Utilitárias". Marilander ficou animada em ensinar as técnicas aprendidas. "Vai me ajudar muito, porque é um trabalho estendido. Vou ter serviço por muito tempo nas oficinas que faço". Ela conta que, no CRAS, os frequentadores recebem orientação e aulas de artesanato.

A auxiliar sócio-educativa Dilma Pereira de Lima também frequentou o curso e será mais uma multiplicadora no CRAS. "Difícil é só o começo, que é o preparo da palha para trabalhar com ela. Estou com muita vontade de passar para as meninas. Elas vão ficar louquinhas para fazer as peças", diz entusiasmada.

Já o produtor rural Cesário da Rocha Pinto, de Verdelândia (Norte de Minas Gerais) participou do seminário "Meio Ambiente: Desafios e Oportunidades para a Propriedade Rural" e do curso "Conservação do solo e da água". Ele disse que foi muito proveitoso. "Gostei demais. Só fiz aprender."

Cesário conta que se utiliza do Rio Verde Grande para irrigar sua plantação de banana e entendeu a necessidade da outorga para uso da água e a importância da conservação dos recursos . "Eu quero não desperdiçar água. Na nossa região chove muito pouco. Isso aqui pra mim foi a melhor coisa do mundo. Se eu pudesse, vinha mais aqui para aprender", afirmou.

Para o técnico da Emater-MG do município de Matias Cardoso, Givanildo Alves, ficou claro como trabalhar em sua região com o que viu no curso "Potencial do sorgo para uso na alimentação humana." Ele aprendeu a fazer a farinha de sorgo, conheceu receitas e pôde provar quibe, bolo, biscoito, tabule, tudo feito com o cereal.

"Lá no Norte de Minas, tem o programa de incentivo ao cultivo de sorgo para reserva alimentar para o gado. Mas, se as mulheres dos agricultores tiverem a visão dessas possibilidades de receitas, vão estimular mais o plantio", afirmou o extensionista. Ele se comprometeu a divulgar o uso do sorgo na alimentação humana na região em que vive e levou panfletos de receitas. Para Givanildo, o trabalho será uma opção a mais para os agricultores e pode também melhorar a interação das famílias.

O curso sobre barraginhas promoveu a troca de experiências e a integração entre universitários de Belo Horizonte e produtores rurais do Vale do Jequitinhonha. O agrônomo da Embrapa Luciano Cordoval, instrutor do curso, acredita que foi possível promover um encontro de culturas bastante rico. Ele explicou o funcionamento do projeto Barraginhas, que envolve comunidades na construção das bacias de captação de água de chuva. A tecnologia protege o solo, evita a erosão e promove o reabastecimento dos lençóis freáticos.

Andreia Miranda, técnica da prefeitura de Itaobim, já participa do projeto e compartilhou sua experiência. "Fizemos barraginha na comunidade mais seca do município. Voltamos e tivemos a surpresa de ver uma horta com seis famílias produzindo em volta da barraginha. Eu cheguei quase a passar mal de tanto que chorei. O projeto não deixa a gente desanimar por causa desses tesouros que a gente encontra. O projeto é aglutinador de águas e aglutinador de forças também".

Para o estudante de Geografia da PUC Minas Wellington Ribeiro, o mais interessante foi perceber a capacidade de mobilização do trabalho. "Uma coisa que achei fantástica da tecnologia social é a disseminação. Fazer capacitação e conseguir que a técnica se dissemine. A princípio, pode ser difícil, mas quando as pessoas veem resultado, elas se engajam", comentou.

Em sua sétima edição, a Semana de Integração Tecnológica contou com a participação de aproximadamente 1.500 pessoas de diferentes áreas de atuação e de municípios variados. A diversidade de saberes e de experiências promoveu trocas que enriquecem o conhecimento de todos.

Texto: Marina Torres (MG 08577 JP)
Jornalista / Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)
www.cnpms.embrapa.br
Tel.: (31) 3027-1272
E-mail: milho-e-sorgo.imprensa@embrapa.br

  COMENTÁRIOS  
 
Nome Completo
E-mail
Comentário
OBS.: Os comentários são previamente analisados antes de sua publicação.
 
 
 
 
  ESPAÇO DO LEITOR
 
imagem de envelope

Entre em contato com a equipe que produz o jornal eletrônico Grão em Grão. Sugira reportagens, temas para serem abordados nos artigos, eventos, enfim, emita seu ponto de vista sobre o jornal. Você tem duas maneiras de interagir conosco:

por e-mail: cnpms.nco@embrapa.br ou
por telefone: (31) 3027-1272

  CADASTRO
 

Para se cadastrar e receber nosso informativo via e-mail, clique aqui.

Acesse também o nosso jornal no endereço http://grao.cnpms.embrapa.br

Caso queira, a qualquer momento, cancelar o recebimento do informativo, clique aqui ou envie uma mensagem para cnpms.nco@embrapa.br solicitando a retirada de seu nome da lista de leitores.

  EXPEDIENTE
 

O jornal eletrônico Grão em Grão faz parte do Programa de Comunicação Organizacional da Embrapa Milho e Sorgo.

Supervisor do NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional): Guilherme Viana

Jornalistas responsáveis: Clenio Araujo (MG 6279 JP), Guilherme Viana (MG 06566 JP), José Heitor Vasconcellos (RJ 12914 JP) e Marina Torres (MG 08577 JP)

Desenvolvedor: Luiz Fernando Severnini

Programador Visual: Alexandre Esteves Neves

Edição: NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional)

Revisão: Antonio Claudio da Silva Barros

Fotos desta edição: arquivo NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional) da Embrapa Milho e Sorgo, João Marcos Rosa, Kátia Pichelli, Luciano Cordoval

Chefia da Embrapa Milho e Sorgo: Antônio Álvaro Corsetti Purcino (chefe-geral), Sidney Netto Parentoni (chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento), Jason de Oliveira Duarte (chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia) e Mônica Aparecida Nazareno (chefe-adjunta de Administração)

 
logo da Embrapa