topo
Jornal Eletrônico da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)   |
   Ano 09 - Edição 64 - Agosto de 2015
   Ano 13 - Edição 112 - Setembro/Outubro de 2019 
   Ano 13 - Edição 111 - Agosto de 2019 
   Ano 13 - Edição 110 - Julho de 2019 
   Ano 13 - Edição 109 - Junho de 2019 
   Ano 13 - Edição 108 - Maio de 2019 
   Ano 13 - Edição 107 - Abril de 2019 
   Ano 13 - Edição 106 - Março de 2019 
   Ano 13 - Edição 105 - Janeiro/Fevereiro de 2019 
   Ano 12 - Edição 104 - Nov. e Dezembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 103 - Outubro de 2018 
   Ano 12 - Edição 102 - Setembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 101 - Agosto de 2018 
 
 
seta
  NOTÍCIAS logo Embrapa
  imagem da notícia  
IrrigaWeb: inovação a serviço do uso racional da água na agricultura

Uma discussão técnica e estratégica sobre o uso racional da água na agricultura, uma das atividades econômicas de maior relevância em nosso país. Dessa forma pode ser definida a mais nova capacitação online da Embrapa, o IrrigaWeb. Ministrada por uma equipe multidisciplinar de pesquisadores da Embrapa, além de especialistas de empresas parceiras, a capacitação tem como premissa a inovação acerca de uma atividade primária que é grande usuária da água disponível no mundo, a agricultura irrigada. E que tem grande potencial para expansão.

Segundo a FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), 69% das águas retiradas de mananciais na média mundial e pouco mais de 60% no Brasil são provocadas pela irrigação. Esse quadro coloca a atividade no centro das atenções ao mesmo tempo em que requer grande responsabilidade quanto à eficiência no uso da água. Para a Embrapa, o eficiente e racional uso dos recursos hídricos na agricultura é uma preocupação desde a sua criação.

De acordo com o presidente da Empresa, Maurício Lopes, a gestão integrada das bacias hidrográficas requer abordagens multidimensional e interinstitucional, mas ele enfatiza que é no espaço rural, com os adequados manejos dos recursos naturais, que a pesquisa precisa contribuir para que a água seja bem aproveitada ao longo de todo o ano. Nesse sentido, continua, devem ser realizados trabalhos que contribuam para o fortalecimento da recarga dos aquíferos e o adequado planejamento de estruturas de manejo e acúmulo de água.

O coordenador geral do IrrigaWeb, o gerente-geral da Embrapa Produtos e Mercado Frederico Ozanan Machado Durães, reafirma que é necessário ampliar a visibilidade sobre o tema água na agricultura, no enfoque de uma agricultura com base em ciência. Daí essa capacitação. “Possuímos uma expertise robusta, com bagagem consolidada nessa temática e, com foco em ciência, pretendemos capacitar profissionais altamente envolvidos em um tema extremamente estratégico”, explica. Ainda segundo ele, um dos diferenciais da capacitação é a forma como ela será realizada, por meio da internet, na modalidade de ensino a distância (EAD).

“A água é um insumo essencial para a atividade humana e pode se tornar um recurso finito, em quantidade e qualidade, para inúmeras regiões, limitando as oportunidades de vida dos seres vivos, e mesmo a sobrevivência direta de animais e vegetais”, reforça Durães. Segundo ele, questões relacionadas aos recursos hídricos e ao uso racional de água despertam uma atenção focada na sustentabilidade dos sistemas terrestres e na necessidade de ampliação do conhecimento e sobre a aplicação e uso de água para fins diversos, em bases técnicas. “E, para um tema estratégico, é requerido um serviço estratégico”, explica, se referindo ao IrrigaWeb.

Sobre o IrrigaWeb

O IrrigaWeb foi integralmente construído e configurado para um ambiente de aprendizagem virtual por meio de uma plataforma de TI denominada Moodle, de Modular Object-Oriented Dynamic Learining Environment. É um software livre, de apoio à aprendizagem, executado num ambiente virtual, e é utilizado principalmente em um contexto de e-learning, estando disponível em 75 línguas diferentes, com 25 mil websites registrados em mais de 175 países.

O coordenador técnico do IrrigaWeb, o pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo Paulo Emílio Albuquerque, afirma que o objetivo final do curso é mostrar o uso sustentável da água na agricultura, de modo a conscientizar o agricultor e demais agentes na aplicação correta do volume de água e da data de irrigação. “Em tempos de crise hídrica, isso é de fundamental importância, principalmente se a irrigação for realizada com água excessiva ou de forma inadequada”, descreve.

“Já em um contexto diferente, mesmo que muitos dos irrigantes adotem a prática de irrigação com déficit, isso requer o conhecimento prévio das interações da água com o solo, com a planta e com o clima para que o uso e o manejo da irrigação realmente sejam feitos de modo racional, sem prejuízos para a renda do agricultor, com o mínimo de impacto ao meio ambiente”, completa.

De acordo com o pesquisador, o IrrigaWeb demonstra, em bases técnico-científicas, que a irrigação é diferente de “molhação”, e busca quebrar o mito de que a agricultura é a vilã no consumo e desperdício de água. Os interessados poderão assistir a uma videoconferência de abertura do curso no dia 21 de setembro, que será transmitida online para todos os matriculados, quando também serão disponibilizados os conteúdos do Módulo 1 - Classes de Solos e Irrigação.

SERVIÇO

Inscrições e valores

As inscrições para o IrrigaWeb são realizadas exclusivamente pela internet até o dia 14 de setembro. Os inscritos participarão de uma seleção da Embrapa (enquadramento e disponibilidade técnica de vagas) e os selecionados poderão se matricular a partir do dia 3 de setembro.

Os valores da matrícula serão os seguintes (vide condições promocionais):

- 3 a 15 de setembro: R$ 300;

- 16 e 17 de setembro: R$ 500;

- A partir de 18 de setembro: R$ 1.000.

Conheça mais sobre a temática “Água na Agricultura” e veja os módulos técnicos:

1. Classes de Solos e Irrigação

2. Características Físico-Hídricas e Dinâmica Água-Solo

3. Transporte de Água no Sistema Solo-Planta-Atmosfera

4. Requerimento de Água pelas Culturas

5. Seleção de Métodos de Irrigação

6. Avaliação de Desempenho de Sistemas e Projetos de Irrigação

7. Aplicação de Fertilizantes e Produtos Químicos Via Irrigação

8. Estratégias de Manejo de Irrigação

9. Custos na Agricultura Irrigada

10. Captação e Usos de Água na Propriedade (Módulo extra)

 

Mais informações sobre a capacitação e formulário de inscrição na página: www.embrapa.br/ead

 

Texto: Guilherme Viana (MG 06566 JP). Com informações da jornalista Jurema Iara Campos (Embrapa Produtos e Mercado)
Jornalista / Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)
www.embrapa.br/milho-e-sorgo
Tel.: (31) 3027-1905
E-mail: milho-e-sorgo.imprensa@embrapa.br

  COMENTÁRIOS  
 
Nome Completo
E-mail
Comentário
OBS.: Os comentários são previamente analisados antes de sua publicação.
 
 
 
 
  ESPAÇO DO LEITOR
 
imagem de envelope

Entre em contato com a equipe que produz o jornal eletrônico Grão em Grão. Sugira reportagens, temas para serem abordados nos artigos, eventos, enfim, emita seu ponto de vista sobre o jornal. Você tem duas maneiras de interagir conosco:

por e-mail: cnpms.nco@embrapa.br ou
por telefone: (31) 3027-1272

  CADASTRO
 

Para se cadastrar e receber nosso informativo via e-mail, clique aqui.

Acesse também o nosso jornal no endereço http://grao.cnpms.embrapa.br

Caso queira, a qualquer momento, cancelar o recebimento do informativo, clique aqui ou envie uma mensagem para cnpms.nco@embrapa.br solicitando a retirada de seu nome da lista de leitores.

  EXPEDIENTE
 

O jornal eletrônico Grão em Grão faz parte do Programa de Comunicação Organizacional da Embrapa Milho e Sorgo.

Supervisora do NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional): Mônica Castro

Jornalistas responsáveis: Guilherme Viana (MG 06566 JP), José Heitor Vasconcellos (RJ 12914 JP), Marina Torres (MG 08577 JP) e Sandra Brito (MG 06230 JP)

Desenvolvedor: Luiz Fernando Severnini

Programador Visual: Alexandre Esteves Neves

Edição: NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional)

Revisão: Antonio Claudio da Silva Barros

Fotos desta edição: arquivo NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional) da Embrapa Milho e Sorgo

Chefia da Embrapa Milho e Sorgo: Antônio Álvaro Corsetti Purcino (chefe-geral), Sidney Netto Parentoni (chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento), Jason de Oliveira Duarte (chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia) e Mônica Aparecida Nazareno (chefe-adjunta de Administração)

 
logo da Embrapa