topo
Jornal Eletrônico da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)   |
   Ano 09 - Edição 66 - Outubro de 2015
   Ano 13 - Edição 112 - Setembro/Outubro de 2019 
   Ano 13 - Edição 111 - Agosto de 2019 
   Ano 13 - Edição 110 - Julho de 2019 
   Ano 13 - Edição 109 - Junho de 2019 
   Ano 13 - Edição 108 - Maio de 2019 
   Ano 13 - Edição 107 - Abril de 2019 
   Ano 13 - Edição 106 - Março de 2019 
   Ano 13 - Edição 105 - Janeiro/Fevereiro de 2019 
   Ano 12 - Edição 104 - Nov. e Dezembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 103 - Outubro de 2018 
   Ano 12 - Edição 102 - Setembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 101 - Agosto de 2018 
 
 
seta
  NOTÍCIAS logo Embrapa
  imagem da notícia  
Milho e sorgo para silagem: avaliação de materiais visa melhorar alimentação do rebanho leiteiro

Cultivares de milho e de sorgo serão avaliadas quanto à qualidade para produção de silagem em 17 municípios da região Central de Minas na safra 2015/2016. O trabalho, desenvolvido em parceria pela Embrapa, Emater-MG e Riber KWS Sementes, faz parte do Programa de Melhoria da Cadeia Produtiva do Leite.

Serão instaladas unidades demonstrativas em 30 propriedades acompanhadas por extensionistas da Emater-MG e profissionais da Embrapa. "Esse trabalho faz parte de uma estratégia voltada para a melhoria da alimentação do rebanho leiteiro, com ênfase no aumento da produtividade de silagem", explica o coordenador regional de culturas da Emater-MG Walfrido Albernaz.

Ele explica que, nas propriedades, haverá orientações para melhoria da qualidade da silagem, das práticas de armazenamento e utilização desse alimento, a fim de aumentar a rentabilidade dos produtores de leite da região.

"Tendo em vista que o custo de produção da silagem tem sido muito elevado, é preciso aumentar a eficiência do sistema de produção. É importante ter os devidos cuidados, desde a escolha de cultivares apropriadas e utilização adequada da correção e adubação do solo até as formas de colheita e conservação da forragem, para que esse produto seja viável economicamente", afirma o coordenador.

Walfrido comenta a importância da utilização das sementes cedidas pela Embrapa para o programa. "A disponibilidade de sementes de cultivares melhoradas pela Embrapa permitirá uma avaliação tanto dos técnicos e pesquisadores quanto dos produtores sobre seu comportamento nas condições da região em comparação com as cultivares disponíveis no mercado e comumente utilizadas pelos agricultores."

O gerente do escritório de Sete Lagoas da Embrapa Produtos e Mercado, Reginaldo Resende, lembra que a avaliação de cultivares de milho e de sorgo apropriadas para a produção de silagem teve início na safra passada. "Este ano, estamos dando continuidade ao trabalho com algumas cultivares diferentes que estão sendo multiplicadas e comercializadas por empresas licenciadas pela Embrapa. As sementes estão disponíveis nas lojas de insumos da região, o que facilita o acesso dos produtores." 

As cultivares de milho da Embrapa distribuídas são as variedades BRS 4103 e BRS Caimbé, os híbridos BRS 3040, BRS 2022 e HTMV1. Já de sorgo foram disponibilizados o híbrido BRS 655 e a variedade BRS Ponta Negra.

Na avaliação realizada na safra 2014/2015, o BRS 655 se destacou pelo seu potencial para produção de silagem. Apresentou elevado rendimento de matéria seca (aproximadamente 18.437 quilos por hectare); e alta qualidade, com produção de 17.404 quilos de leite por hectare e 944 quilos de leite por tonelada de matéria seca ingerida.

Outro fator observado na última safra foi o comportamento das cultivares em relação à estiagem. "Na época em que foi realizado o trabalho, houve na região escassez hídrica em função da falta de chuva. Os plantios de milho para silagem ficaram comprometidos. O sorgo, por ser mais tolerante à seca, teve já no primeiro corte produtividades superiores às do milho e ainda possibilitou um segundo corte com ótimas produtividades impulsionadas pelas chuvas que se concentraram na safrinha", explica Reginaldo.

Essa situação exerceu influência na decisão dos produtores para os plantios seguintes. "Produtores que em 2013/2014 plantaram milho não tiveram alimento suficiente para o rebanho na época da seca. Alguns que nunca haviam plantado sorgo para silagem tiveram essa experiência em 2014/2015, conseguiram alimento para todo o rebanho e ainda com a possibilidade de venda do excedente da silagem. Estes decidiram plantar sorgo na próxima safra", comentou o gerente da Embrapa.

Durante a próxima etapa do programa, o acompanhamento das áreas será realizado pelos extensionistas locais e profissionais da Embrapa, por meio de visitas periódicas e relatórios técnicos. Serão registrados o desenvolvimento das culturas e as informações fornecidas pelos produtores. Para os meses de fevereiro e março de 2016, está prevista a realização de encontros técnicos e dias de campo com o objetivo de apresentar os resultados e as tecnologias utilizadas nas unidades demonstrativas.

Municípios

As 30 propriedades onde serão instaladas as unidades demonstrativas estão localizadas nos seguintes municípios: Baldim, Esmeraldas, Florestal, Funilândia, Inhaúma, Jaboticatubas, Jequitibá, Maravilhas, Mateus Leme, Matozinhos, Onça de Pitangui, Papagaios, Pará de Minas, Pedro Leopoldo, Pequi, Santana de Pirapama, São José da Varginha.

 

Texto: Marina Torres (MG 08577 JP)
Jornalista / Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)
Tel.: (31) 3027-1272
E-mail: milho-e-sorgo.imprensa@embrapa.br

  COMENTÁRIOS  
 
Nome Completo
E-mail
Comentário
OBS.: Os comentários são previamente analisados antes de sua publicação.
 
 
 
 
  ESPAÇO DO LEITOR
 
imagem de envelope

Entre em contato com a equipe que produz o jornal eletrônico Grão em Grão. Sugira reportagens, temas para serem abordados nos artigos, eventos, enfim, emita seu ponto de vista sobre o jornal. Você tem duas maneiras de interagir conosco:

por e-mail: cnpms.nco@embrapa.br ou
por telefone: (31) 3027-1272

  CADASTRO
 

Para se cadastrar e receber nosso informativo via e-mail, clique aqui.

Acesse também o nosso jornal no endereço http://grao.cnpms.embrapa.br

Caso queira, a qualquer momento, cancelar o recebimento do informativo, clique aqui ou envie uma mensagem para cnpms.nco@embrapa.br solicitando a retirada de seu nome da lista de leitores.

  EXPEDIENTE
 

O jornal eletrônico Grão em Grão faz parte do Programa de Comunicação Organizacional da Embrapa Milho e Sorgo.

Supervisora do NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional): Mônica Castro

Jornalistas responsáveis: Guilherme Viana (MG 06566 JP), José Heitor Vasconcellos (RJ 12914 JP), Marina Torres (MG 08577 JP) e Sandra Brito (MG 06230 JP)

Desenvolvedor: Luiz Fernando Severnini

Programador Visual: Alexandre Esteves Neves

Edição: NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional)

Revisão: Antonio Claudio da Silva Barros

Fotos desta edição: arquivo NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional) da Embrapa Milho e Sorgo, Fredson Chaves, Sinval Lopes

Chefia da Embrapa Milho e Sorgo: Antônio Álvaro Corsetti Purcino (chefe-geral), Sidney Netto Parentoni (chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento), Jason de Oliveira Duarte (chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia) e Mônica Aparecida Nazareno (chefe-adjunta de Administração)

 
logo da Embrapa