topo
Jornal Eletrônico da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)   |
   Ano 10 - Edição 70 - Fevereiro de 2016
   Ano 13 - Edição 112 - Setembro/Outubro de 2019 
   Ano 13 - Edição 111 - Agosto de 2019 
   Ano 13 - Edição 110 - Julho de 2019 
   Ano 13 - Edição 109 - Junho de 2019 
   Ano 13 - Edição 108 - Maio de 2019 
   Ano 13 - Edição 107 - Abril de 2019 
   Ano 13 - Edição 106 - Março de 2019 
   Ano 13 - Edição 105 - Janeiro/Fevereiro de 2019 
   Ano 12 - Edição 104 - Nov. e Dezembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 103 - Outubro de 2018 
   Ano 12 - Edição 102 - Setembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 101 - Agosto de 2018 
 
 
seta
  NOTÍCIAS logo Embrapa
  imagem da notícia  
Capacitação online em irrigação recebe inscrições

Estão abertas até 21 de março as inscrições para o IrrigaWeb 2016, capacitação via internet em uso e manejo de irrigação com carga horária de 200 horas. Em tempos de mudanças climáticas e aquecimento global, o uso sustentável da água ganha ainda mais importância. A iniciativa não é meramente um curso, mas "um evento-âncora estratégico como parte dos esforços para promover a expansão, aprimoramento e desenvolvimento sustentável dos recursos hídricos e agricultura irrigada", explica o pesquisador Frederico Ozanan Durães, gerente-geral da Embrapa Produtos e Mercado (Brasília, DF) e coordenador geral do IrrigaWeb.

As inscrições tiveram início na segunda-feira (22) e, somente no primeiro dia, 153 candidatos já fizeram inscrição pelo sítio https://ead.spm.embrapa.br. A seleção para as 500 vagas gratuitas, a ser feita por um comitê, levará em conta o conhecimento técnico, atuação profissional alinhada ao tema e disponibilidade de tempo de dedicação. "Iremos avaliar o potencial de uso do conhecimento pelo candidato, e também vamos buscar a regionalização com candidatos de todas as regiões brasileiras", destaca Durães.

Para a edição 2016, a capacitação incluirá três oficinas regionais com possibilidade de participação presencial. Os locais das oficinas serão divulgados em 22 de março, quando está previsto o início do primeiro dos dez módulos do curso. As oficinas serão presenciais, mas também terão transmissão ao vivo pela internet e o conteúdo será disponibilizado online para estudo posterior.

O uso mais eficiente dos recursos hídricos pressupõe compreender tanto água quanto solo, planta, animal e atmosfera. Para tanto, os módulos do IrrigaWeb partirão de uma base conceitual até chegar a dimensionamento de sistemas e recomendações relacionadas a aplicações de água na irrigação de cultivos.

Potencial de expansão da agricultura irrigada

O Brasil dispõe de 6,1 milhões de hectares com agricultura irrigada, mas o potencial de expansão é de dez a doze vezes a área atual. Tamanho crescimento não significará consumo excessivo de água ou desperdício desde que baseado na aplicação de conhecimento científico ao manejo dos recursos hídricos. "Molhar intempestivamente o solo é diferente de irrigar", salienta Durães.

Para o pesquisador, a vasta maioria dos produtores rurais não faz uso de uma agricultura irrigada com base científica. "Ainda é mais baseado em São Pedro", comenta. Neste aspecto, o IrrigaWeb contribui para expandir a agricultura irrigada com manejo adequado. O potencial de crescimento já está mapeado. Dos 6,1 milhões irrigados no Brasil, 19% são áreas em que há potencial de expansão imediato e outros 44% também apresentam algum potencial. Os outros 37% não contam com potencial de expansão em função do esgotamento de água nas bacias hidrográficas.

As informações agregadas sobre a agricultura irrigada no Brasil constarão em um atlas a ser lançado no final de março pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O Atlas, um estudo da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) a pedido do Mapa, irá detalhar a capacidade de expansão e servirá para orientar políticas públicas e o empreendedorismo.

"Água na agricultura é ciclo hidrológico, e não desperdício"

Aumentar a eficiência do uso da água na atividade agropecuária, responsável por 70% de toda água retirada de mananciais no mundo, é essencial para tornar a produção de alimentos mais sustentável. Porém, o coordenador do IrrigaWeb salienta que a agricultura não deve ser vista como vilã do desperdício de água. "Água na agricultura é ciclo hidrológico, e não desperdício".

A agricultura transforma a água em alimento. A água em vez de perder-se é transformada. "Apenas 2% da água é constitutiva, ou seja, forma biomassa. O restante retorna", comenta. Para o pesquisador, compreender a funcionalidade do ciclo hidrológico é importante para entender que o sistema agrícola adequadamente manejado não é um desperdiçador de água.

"Se a água é tema estratégico, instituições como a Embrapa têm que prover serviço estratégico", salienta Durães. Dessa forma, o IrrigaWeb faz parte de um esforço maior – a plataforma água na agricultura – que busca ampliar o desenvolvimento sustentável da agricultura irrigada.

A pertinência do tema é ampliada pelas projeções da Unesco, que apontam aumento do consumo de água em 55% até 2050 com base no consumo global aferido em 2014. Uso e manejo de irrigação também é temática alinhada a um dos dezessete objetivos globais que compõem a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável: "objetivo 6 - assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos".

 

Texto e foto da capa: Gustavo Porpino (RN 648JP) 
Secretaria de Comunicação da Embrapa
secom.imprensa@embrapa.br 
Telefone: (61) 3448-2093

  COMENTÁRIOS  
 
Nome Completo
E-mail
Comentário
OBS.: Os comentários são previamente analisados antes de sua publicação.
 
 
 
 
  ESPAÇO DO LEITOR
 
imagem de envelope

Entre em contato com a equipe que produz o jornal eletrônico Grão em Grão. Sugira reportagens, temas para serem abordados nos artigos, eventos, enfim, emita seu ponto de vista sobre o jornal. Você tem duas maneiras de interagir conosco:

por e-mail: cnpms.nco@embrapa.br ou
por telefone: (31) 3027-1272

  CADASTRO
 

Para se cadastrar e receber nosso informativo via e-mail, clique aqui.

Acesse também o nosso jornal no endereço http://grao.cnpms.embrapa.br

Caso queira, a qualquer momento, cancelar o recebimento do informativo, clique aqui ou envie uma mensagem para cnpms.nco@embrapa.br solicitando a retirada de seu nome da lista de leitores.

  EXPEDIENTE
 

O jornal eletrônico Grão em Grão faz parte do Programa de Comunicação Organizacional da Embrapa Milho e Sorgo.

Supervisora do NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional): Mônica Castro

Jornalistas responsáveis: Guilherme Viana (MG 06566 JP), José Heitor Vasconcellos (RJ 12914 JP), Marina Torres (MG 08577 JP) e Sandra Brito (MG 06230 JP)

Desenvolvedor: Luiz Fernando Severnini

Programador Visual: Alexandre Esteves Neves

Edição: NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional)

Revisão: Antonio Claudio da Silva Barros

Fotos desta edição: arquivo NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional) da Embrapa Milho e Sorgo, Álvaro Vilela de Resende e Gustavo Porpino

Chefia da Embrapa Milho e Sorgo: Antônio Álvaro Corsetti Purcino (chefe-geral), Sidney Netto Parentoni (chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento), Jason de Oliveira Duarte (chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia) e Mônica Aparecida Nazareno (chefe-adjunta de Administração)

 
logo da Embrapa