topo
Jornal Eletrônico da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)   |
   Ano 10 - Edição 76 - Agosto de 2016
   Ano 13 - Edição 112 - Setembro/Outubro de 2019 
   Ano 13 - Edição 111 - Agosto de 2019 
   Ano 13 - Edição 110 - Julho de 2019 
   Ano 13 - Edição 109 - Junho de 2019 
   Ano 13 - Edição 108 - Maio de 2019 
   Ano 13 - Edição 107 - Abril de 2019 
   Ano 13 - Edição 106 - Março de 2019 
   Ano 13 - Edição 105 - Janeiro/Fevereiro de 2019 
   Ano 12 - Edição 104 - Nov. e Dezembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 103 - Outubro de 2018 
   Ano 12 - Edição 102 - Setembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 101 - Agosto de 2018 
 
 
seta
  NOTÍCIAS logo Embrapa
  imagem da notícia  
Estiagem avança no país

Nos últimos meses, sob o impacto do fenômeno El Niño, as chuvas foram irregulares no Brasil. Enquanto nas regiões Sul e Sudeste (Rio de Janeiro, São Paulo e parte de Minas Gerais) ocorreram precipitações acima da média, o inverso ocorreu nos demais estados do País.

Segundo o pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo, Daniel Pereira Guimarães, para os próximos meses, espera-se uma alternância para a ocorrência do fenômeno La Niña de fraca intensidade ou então para condições de neutralidade da temperatura das águas do Oceano Pacífico. Ele ressalta que, apesar de o fenômeno La Niña causar uma ligeira diminuição da temperatura, são esperadas tendências de reduções na umidade relativa do ar.

"No momento, a estiagem afeta, severamente, várias regiões do País, causando perdas na produção de alimentos e fortes impactos ambientais, tais como queimadas, baixa umidade do ar e poluição. Além dos impactos já ocasionados na safrinha, para os próximos meses são esperadas severas perdas na pecuária, com sensível redução da qualidade das pastagens. Por isso são recomendadas adoções de procedimentos para minimizar os impactos da estiagem, como racionalização do uso da água, produção de silagens para suplementação alimentar dos rebanhos e mais cuidados com os riscos de queimadas", orienta o pesquisador.

Daniel Guimarães informa que neste ano as regiões mais impactadas com a estiagem são os estados do Espírito Santo, Goiás, Tocantins e partes do Mato Grosso e do sul da Bahia. As regiões normalmente atingidas pela seca, como o Vale do Jequitinhonha, o Norte de Minas Gerais e o interior da Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, continuam com estiagem crítica e mais severa do que em condições normais. Estados da região Amazônica, como Pará, Acre e Amapá, também apresentam precipitações abaixo da média e baixa umidade dos solos.

"Os modelos de previsão climática indicam que as condições de pluviosidade deverão permanecer normais ou abaixo da média durante o próximo mês de setembro, indicando uma tendência de prolongamento do período de estiagem", afirma Guimarães. Por outro lado, são esperadas chuvas acima da média entre os meses de outubro e janeiro para as regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, configurando excelentes perspectivas climáticas para a próxima safra agrícola, embora os modelos de previsão climática não tenham a mesma precisão dos modelos de previsão de tempo.

A combinação (ensemble) de diversos modelos de previsão climática (NCEP, IRI, NASA, NCAR e modelos canadenses) a partir das condições reinantes em agosto indicou as seguintes tendências para os próximos meses: clique aqui para ver os mapas.

E clique aqui para visualizar o mapa com as áreas mais afetadas pela estiagem no Brasil.

  COMENTÁRIOS  
 
Nome Completo
E-mail
Comentário
OBS.: Os comentários são previamente analisados antes de sua publicação.
 
 
 
 
  ESPAÇO DO LEITOR
 
imagem de envelope

Entre em contato com a equipe que produz o jornal eletrônico Grão em Grão. Sugira reportagens, temas para serem abordados nos artigos, eventos, enfim, emita seu ponto de vista sobre o jornal. Você tem duas maneiras de interagir conosco:

por e-mail: cnpms.nco@embrapa.br ou
por telefone: (31) 3027-1272

  CADASTRO
 

Para se cadastrar e receber nosso informativo via e-mail, clique aqui.

Acesse também o nosso jornal no endereço http://grao.cnpms.embrapa.br

Caso queira, a qualquer momento, cancelar o recebimento do informativo, clique aqui ou envie uma mensagem para cnpms.nco@embrapa.br solicitando a retirada de seu nome da lista de leitores.

  EXPEDIENTE
 

O jornal eletrônico Grão em Grão faz parte do Programa de Comunicação Organizacional da Embrapa Milho e Sorgo.

Supervisor do NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional): Aurélio Martins Favarin

Jornalistas responsáveis: Guilherme Viana (MG 06566 JP), José Heitor Vasconcellos (RJ 12914 JP), Marina Torres (MG 08577 JP) e Sandra Brito (MG 06230 JP)

Desenvolvedor: Luiz Fernando Severnini

Programador Visual: Alexandre Esteves Neves

Edição: NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional)

Revisão: Antonio Claudio da Silva Barros

Fotos desta edição: Daniel Pereira Guimarães, Fernanda Ikeda, Guilherme Viana, Olímpio Filho, Sandra Brito, Walter Matrangolo e Arquivo NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional) da Embrapa Milho e Sorgo.

Chefia da Embrapa Milho e Sorgo: Antônio Álvaro Corsetti Purcino (chefe-geral), Sidney Netto Parentoni (chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento), Jason de Oliveira Duarte (chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia) e Mônica Aparecida Nazareno (chefe-adjunta de Administração)

 
logo da Embrapa