topo
Jornal Eletrônico da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)   |
   Ano 12 - Edição 101 - Agosto de 2018
   Ano 12 - Edição 103 - Outubro de 2018 
   Ano 12 - Edição 102 - Setembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 100 - Julho de 2018 
   Ano 12 - Edição 99 - Junho de 2018 
   Ano 12 - Edição 98 - Maio de 2018 - Especial 
   Ano 12 - Edição 97 - Maio de 2018 
   Ano 12 - Edição 96 - Abril de 2018 - Especial 
   Ano 12 - Edição 95 - Março de 2018 
   Ano 12 - Edição 94 - Fevereiro de 2018 
   Ano 12 - Edição 93 - Janeiro de 2018 
   Ano 11 - Edição 92 - Dezembro de 2017 
   Ano 11 - Edição 91 - Novembro de 2017 
 
 
seta
  NOTÍCIAS logo Embrapa
  imagem da notícia  
Embrapa atua no desenvolvimento da agropecuária nas regiões Norte e Nordeste de Minas

 

A Embrapa firmou parceria com a Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Jequitinhonha (Ameje), com a Nova Associação dos Municípios da Microrregião do Baixo Jequitinhonha (Nova Ambaj) e com o Consórcio Público Intermunicipal Multifinalitário do Alto Rio Pardo (Comar). O objetivo é desenvolver ações para o desenvolvimento da agropecuária nessas regiões.

Nos dias 10, 11 e 12 de julho, foram realizadas as primeiras reuniões nos municípios de Almenara, Araçuaí e Taiobeiras. Os encontros visaram a formação do Comitê Gestor dos trabalhos em cada região, definição do local de instalação da Unidade de Referência Tecnológica (URT), apresentação do resultado de levantamento dos temas demandados para as atividades e apresentação das ações futuras do projeto, a exemplo do primeiro curso de capacitação, previsto para o mês de setembro.

Nos três municípios, compareceram às reuniões prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais, vereadores, agricultores, representantes da Emater-MG, da Epamig, do Senar, do Sebrae, do IMA, dos Institutos Federais, de agentes de fomento, entre outros.

Pela Embrapa, os agrônomos Marco Aurélio Noce e Fredson Ferreira Chaves expuseram aos parceiros a proposta de estratégia para o desenvolvimento das atividades do projeto, que terão início neste segundo semestre. Após amplo debate e análise de sugestões, as propostas de trabalho foram devidamente aprovadas nas três assembleias constituídas.

O presidente da Nova Ambaj e prefeito do município de Bandeiras, Antônio Rodrigues dos Santos, abriu a reunião em Almenara na manhã do dia 10 de julho. Segundo o presidente, “o Baixo Jequitinhonha tem muita potencialidade. É preciso se empenhar para gerar mais renda e mais emprego”.

O prefeito de Almenara, Ademir Costa Gobira, ressaltou a importância da união dos municípios, somada à tecnologia para o desenvolvimento da região. “É possível vislumbrar dias melhores. Vamos aprimorar o que já temos e manter esperança de dias melhores”. Ressaltou também que a cooperação técnica entre a Embrapa e a Nova Ambaj é um marco histórico para a melhoria do Vale e da vida das pessoas.

A Unidade de Referência Tecnológica do Baixo Jequitinhonha será instalada no município de Jequitinhonha.

Ações no Médio Jequitinhonha

Na reunião ocorrida na sede da Ameje, no município de Araçuaí, o prefeito Armando Jardim Paixão ressaltou a importância da cooperação técnica. “É preciso ter mais condições de trabalho e mais renda. Temos grande esperança neste trabalho em conjunto para o desenvolvimento da região”. Ele reforçou ainda que “é preciso andar em conjunto, melhorar a qualidade da água, preservar a mata ciliar e implementar as tecnologias trazidas pela Embrapa”.  

A Unidade de Referência Tecnológica do Médio Jequitinhonha será instalada na Escola Família Agroecológica de Araçuaí, que utiliza como metodologia de ensino a Pedagogia da Alternância e possui projetos com suinocultura, avicultura, horticultura, produção de mandioca, entre outros.

Implantação de projetos termina com reunião em Taiobeiras

No dia 12 de julho, foi realizada a reunião no Centro de Distribuição do Alto Rio Pardo, em Taiobeiras.

O Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Presidente da Agência de Desenvolvimento Regional, Jaime Lucas Lopes, abriu a reunião, representando o Presidente do Comar e prefeito de Taiobeiras, Danilo Mendes. Lucas considera a implantação da URT em Taiobeiras um momento ímpar para o Alto Rio Pardo. “Conhecendo a Embrapa, temos convicção plena de que esse trabalho irá promover o desenvolvimento da região. Vamos utilizar o espaço da URT pra disseminar conhecimento, que é a arma que temos para o desenvolvimento”, afirmou.

O prefeito de Berizal, João Carlos Lucas Lopes, considera o projeto de cooperação técnica muito importante. “A pesquisa é fundamental para desenvolver produtos adequados pra a região. A pesquisa da Embrapa é adequada. A região tem chuvas escassas. Vai ajudar muito”.

Fernando Francisco Chagas é produtor rural e presidente da Associação Comunitária dos Produtores de Paraterra Berizal, um assentamento que produz banana, milho, feijão, mandioca e abóbora.  Francisco passou a fazer parte do Comitê Gestor dos trabalhos do projeto no Alto Rio Pardo, representando os agricultores. Ele diz que gosta muito de participar e que “o trabalho será muito importante para a agricultura familiar”.

A URT do Alto Rio Pardo será instalada em Taiobeiras, no Centro de Distribuição do Alto Rio Pardo.

Próximas ações

Dando continuidade ao projeto de cooperação técnica, está previsto para o mês de setembro um curso de capacitação nas tecnologias que estarão presentes nas URTs. De acordo com as demandas apontadas pelos produtores rurais da região, serão trabalhados temas como manejo e conservação do solo, captação de águas superficiais de chuvas, alimentação animal no período de seca (silagem, cana, milheto, capim-elefante, palma), boas práticas agrícolas para a produção de forrageiras, mandiocultura, fruticultura, gestão das propriedades leiteira e de bovinocultura de corte, manejo da irrigação. O público principal serão os técnicos de extensão rural e os agricultores das respectivas regiões.

 

Edição: Marina Torres (MTb 08577/MG)
Jornalista Embrapa Milho e Sorgo
Telefone: (31) 3027-1272
E-mail: milho-e-sorgo.imprensa@embrapa.br

 

 

  COMENTÁRIOS  
 
Nome Completo
E-mail
Comentário
OBS.: Os comentários são previamente analisados antes de sua publicação.
 
 
 
 
  ESPAÇO DO LEITOR
 
imagem de envelope

Entre em contato com a equipe que produz o jornal eletrônico Grão em Grão. Sugira reportagens, temas para serem abordados nos artigos, eventos, enfim, emita seu ponto de vista sobre o jornal. Você tem duas maneiras de interagir conosco:

por e-mail: cnpms.nco@embrapa.br ou
por telefone: (31) 3027-1272

  CADASTRO
 

Para se cadastrar e receber nosso informativo via e-mail, clique aqui.

Acesse também o nosso jornal no endereço http://grao.cnpms.embrapa.br

Caso queira, a qualquer momento, cancelar o recebimento do informativo, clique aqui ou envie uma mensagem para cnpms.nco@embrapa.br solicitando a retirada de seu nome da lista de leitores.

  EXPEDIENTE
 

O jornal eletrônico Grão em Grão faz parte do Programa de Comunicação Organizacional da Embrapa Milho e Sorgo.

Supervisor do NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional): Aurélio Martins Favarin

Jornalistas responsáveis: Guilherme Viana (MG 06566 JP), José Heitor Vasconcellos (RJ 12914 JP), Marina Torres (MG 08577 JP) e Sandra Brito (MG 06230 JP)

Desenvolvedor: Luiz Fernando Severnini

Programador Visual: Alexandre Esteves Neves

Edição: NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional)

Revisão: Antonio Claudio da Silva Barros

Fotos desta edição: Dagma Dionísia Silva, Núcleo de Comunicação Organizacional (NCO) da Embrapa Milho e Sorgo

Chefia da Embrapa Milho e Sorgo: Antônio Álvaro Corsetti Purcino (chefe-geral), Sidney Netto Parentoni (chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento), Derli Prudente Santana (chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia) e Jason de Oliveira Duarte (chefe-adjunto de Administração)

 
logo da Embrapa