topo
Jornal Eletrônico da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)   |
   Ano 12 - Edição 102 - Setembro de 2018
   Ano 13 - Edição 112 - Setembro/Outubro de 2019 
   Ano 13 - Edição 111 - Agosto de 2019 
   Ano 13 - Edição 110 - Julho de 2019 
   Ano 13 - Edição 109 - Junho de 2019 
   Ano 13 - Edição 108 - Maio de 2019 
   Ano 13 - Edição 107 - Abril de 2019 
   Ano 13 - Edição 106 - Março de 2019 
   Ano 13 - Edição 105 - Janeiro/Fevereiro de 2019 
   Ano 12 - Edição 104 - Nov. e Dezembro de 2018 
   Ano 12 - Edição 103 - Outubro de 2018 
   Ano 12 - Edição 101 - Agosto de 2018 
   Ano 12 - Edição 100 - Julho de 2018 
 
 
seta
  NOTÍCIAS logo Embrapa
  imagem da notícia  
Presidente da Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação visita a Embrapa Milho e Sorgo

O presidente da Federação Brasileira de Plantio Direto na Palha e Irrigação (FEBRAPDP), Jônadan Hsuan Min Ma, ministrou a palestra "O plantio direto e o Plano ABC", na manhã de 4 de setembro, na Embrapa Milho e Sorgo, em Sete Lagoas-MG.

Ma ressaltou que a missão da FEBRAPDP é representar o segmento ligado ao Sistema Plantio Direto (SPD) e Irrigação, promover a rentabilidade e a sustentabilidade da agricultura brasileira por meio do SPD e da Irrigação, e consolidar o sistema como referência mundial na agricultura sustentável. Desde a década de 1970, no Brasil, agricultores e pesquisadores, motivados pelo sistema, passaram a estudar o plantio direto na palha e a difundir seus conhecimentos. Segundo dados da Conab, o Brasil possui quase 33 milhões de hectares sob plantio direto, do total de 47,6 milhões de hectares cultivados (2012).

O presidente falou, ainda, sobre o Índice de Qualidade Participativo (IQP), uma ferramenta que utiliza metodologia participativa capaz de avaliar, numa gleba ou fazenda, com uma nota de 0 a 10, a Qualidade do Sistema Plantio Direto e a Conservação do Solo. O IQP avalia a intensidade de rotação de culturas, a densidade desta rotação, a persistência de resíduos (palhada), a frequência de preparação do solo e o terraceamento. Além disso, mensura a conservação, a fertilização equilibrada e o tempo de adoção do Sistema Plantio Direto.

Jônadan Ma agradeceu o convite do Chefe-geral da Embrapa Milho e Sorgo, Antônio Álvaro Corsetti Purcino, e destacou a importância da pesquisa para o agronegócio brasileiro. "Gostaria de deixar como mensagem principal, não apenas em relação ao sistema de plantio direto, mas, principalmente em relação à agricultura sustentável, que nós produtores, juntamente com a pesquisa, temos que buscar soluções que gerem resultados efetivos para o produtor em termos de rentabilidade e continuidade na atividade. Essa continuidade na atividade depende da rentabilidade".

Segundo Ma, é preciso considerar usar as tecnologias e informações que atendam as necessidades e gerem resultados para o produtor. "A necessidade do produtor, hoje, chama-se rentabilidade. A gente vê a agricultura crescendo no Brasil, mas a fixação do homem no campo está cada vez mais ameaçada pela rentabilidade decrescente, embora a produtividade esteja aumentando no País. Então isto é um conflito de dois itens muito interessantes: produtividade aumentando e rentabilidade diminuindo. Alguma coisa está acontecendo. Temos que trazer a pesquisa de volta para o produtor. O produtor, por sua vez, precisa ter a percepção de que a pesquisa pública é voltada para atender as suas necessidades. Nós sabemos que a Embrapa trabalha para o produtor, trabalha para o Brasil. Estamos trabalhando em prol de uma agricultura de baixo impacto e mais sustentável, uma agricultura que respeita o futuro do produtor", disse Jônadan Ma.

 

Texto: Sandra Brito (MG 06230 JP)
Jornalista / Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)
milho-e-sorgo.imprensa@embrapa.br 
Telefone: (31) 3027-1223

  COMENTÁRIOS  
 
Nome Completo
E-mail
Comentário
OBS.: Os comentários são previamente analisados antes de sua publicação.
 
 
 
 
  ESPAÇO DO LEITOR
 
imagem de envelope

Entre em contato com a equipe que produz o jornal eletrônico Grão em Grão. Sugira reportagens, temas para serem abordados nos artigos, eventos, enfim, emita seu ponto de vista sobre o jornal. Você tem duas maneiras de interagir conosco:

por e-mail: cnpms.nco@embrapa.br ou
por telefone: (31) 3027-1272

  CADASTRO
 

Para se cadastrar e receber nosso informativo via e-mail, clique aqui.

Acesse também o nosso jornal no endereço http://grao.cnpms.embrapa.br

Caso queira, a qualquer momento, cancelar o recebimento do informativo, clique aqui ou envie uma mensagem para cnpms.nco@embrapa.br solicitando a retirada de seu nome da lista de leitores.

  EXPEDIENTE
 

O jornal eletrônico Grão em Grão faz parte do Programa de Comunicação Organizacional da Embrapa Milho e Sorgo.

Supervisor do NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional): Aurélio Martins Favarin

Jornalistas responsáveis: Guilherme Viana (MG 06566 JP), José Heitor Vasconcellos (RJ 12914 JP), Marina Torres (MG 08577 JP) e Sandra Brito (MG 06230 JP)

Desenvolvedor: Luiz Fernando Severnini

Programador Visual: Alexandre Esteves Neves

Edição: NCO (Núcleo de Comunicação Organizacional)

Revisão: Antonio Claudio da Silva Barros

Fotos desta edição: Dagma Dionísia da Silva, Álvaro Vilela de Resende, Lauro Guimarães,  Núcleo de Comunicação Organizacional (NCO) da Embrapa Milho e Sorgo

Chefia da Embrapa Milho e Sorgo: Antônio Álvaro Corsetti Purcino (chefe-geral), Sidney Netto Parentoni (chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento), Derli Prudente Santana (chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia) e Jason de Oliveira Duarte (chefe-adjunto de Administração)

 
logo da Embrapa